Blog da Psicóloga

Muitos artigos, melhore seu estilo de vida!

Psicoterapia

Psicoterapia

Porque procurar um tratamento psicoterapêutico?

 

Os conceitos básicos em psicoterapia segundo CORDILOLI (1998):

Relação terapêutica – um dos fatores considerados importantes na manutenção da psicoterapia é o estabelecimento do vínculo afetivo entre paciente e psicoterapeuta, de modo que haja um interesse genuíno na fala e na escuta, além da capacidade de preocupar-se com o seu semelhante, atendo-se a sua verbalização e esforço para que seja compreendido e valorizado;

Insight – processo pelo qual o significado, a importância, ou o padrão de uso de uma experiência torna-se claro – ou o entendimento que resulta deste. É necessário certo grau de inteligência, nem sempre a simples compreensão intelectual é suficiente para que ocorra uma mudança efetiva, portanto se torna necessário que ocorram sentimentos verdadeiros e um envolvimento emocional de ambos, mas cada um no seu papel.

Motivação – desejo de realizar mudanças na vida de forma consciente, mediante a solução de problemas. O paciente apresenta um determinado grau de sofrimento psicológico e de desconformidade com as desadaptações que o transtorno acarreta-lhe, além de buscar espontaneamente o tratamento reconhecendo sua responsabilidade em progredir (CROWN, 1983 apud CORDIOLI,1998).

Existem diferentes tipos de abordagens na psicologia que diferenciam os processos psicoterapêuticos por estarem cada vinculado a uma visão de homem e de mundo, justificado por teorias de personalidade e de relevância específica de seus fatores.

 

1 – QUEM É O PSICÓLOGO?

O psicólogo é um profissional com formação em curso superior de Psicologia, que atende pessoas com algum sofrimento na área afetiva, emocional, relacional, pessoal, ou ainda, pessoas que não apresentam nenhum problema específico, mas querem refletir sobre alguns aspectos da sua vida ou simplesmente se conhecerem melhor. Os psicólogos que fazem psicoterapia têm que estar inscritos no Conselho Regional de Psicologia, órgão cuja finalidade é orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão. O número de inscrição, identificado como CRP, deve constar em todos os documentos emitidos pelo psicólogo e o paciente tem o direito de solicitar a apresentação da carteira de identificação emitida pelo CRP. Opsicólogo não é um médico, portanto não poderá prescrever medicações às pessoas que o procuram. Seu trabalho é ouvir as pessoas e ajudá-las a buscar recursos para lidar melhor com suas dificuldades.

 

2 – O QUE É PSICOTERAPIA OU TRATAMENTO PSICOLÓGICO?

A psicoterapia é o tratamento feito pelo psicólogo ou psiquiatra com formação em psicoterapia através de métodos verbais (fala) ou não verbais (expressão corporal, trabalhos com o corpo), de problemas de natureza emocional e tem como objetivo remover, modificar ou retardar sintomas psicológicos ou psicossomáticos, aliviando assim o sofrimento do indivíduo e o ajudando a relacionar-se melhor consigo mesmo e com as outras pessoas. É importante ressaltar que todo assunto tratado durante a sessão é confidencial e ficará restrito ao psicólogo e ao paciente.

 

3 – QUANDO ALGUÉM PRECISA FAZER PSICOTERAPIA?

Segundo alguns especialistas, como Brown & Pedeer (1981), é um consenso entre os profissionais e pesquisadores que um terço dos pacientes que procuram um médico têm basicamente problemas emocionais. Assim, podemos pensar que uma grande parte das pessoas que procuram os serviços de saúde se beneficiaria de uma psicoterapia.

 

4 – QUAIS OS TIPOS DE PSICOTERAPIA QUE EXISTEM E QUE PROBLEMAS PODEM SER TRATADOS?

Existem diferentes tipos de psicoterapia e a decisão por um ou outro tipo vai depender dos problemas que estiverem acontecendo com a pessoa, o casal ou sua família.

Se for uma pessoa adulta, a psicoterapia pode ser individual, quando os problemas de ordem afetiva ou emocional que afligem o sujeito dizem respeito a ele mesmo e a sua relação com o mundo, ou ainda quando esta pessoa deseja se conhecer melhor.

Pode-se optar também por uma Psicoterapia de Grupo, quando o sujeito, juntamente com seu psicoterapeuta, chega à conclusão que muitos dos problemas que o estão afligindo podem ser melhor resolvidos em um trabalho conjunto com outras pessoas que estejam passando por problemas semelhantes, ou que de algum modo possam se ajudar a superar suas dificuldades. Entre os problemas que podem beneficiar-se de uma Psicoterapia individual ou de grupo, podemos citar: depressão leve e moderada, distúrbios de ansiedade, distúrbios alimentares (anorexia, bulimia), uso abusivo de álcool e outras drogas, problemas relacionados a dificuldades com a sexualidade, entre outros.

Existem também psicoterapias especificas para crianças e adolescentes, já que para atender estes sujeitos são necessárias técnicas específicas.

A Psicoterapia Infantil, portanto, destina-se a trabalhar com crianças de até 12 anos que apresentam dificuldades de relacionamento com adultos ou com outras crianças, problemas de comportamento como agressividade, apatia, entre outros. A criança pode fazer uma terapia também porque está apresentando problemas de medo excessivo, enurese noturna (urinar nas vestes dormindo), encoprese (evacuar nas vestes), choro indiscriminado e sem causa aparente; ou ainda, porque vivenciou uma situação de trama (foi vítima de abuso sexual, sofreu alguma violência física ou psicológica, foi abandonada, perdeu um parente próximo muito querido etc.).

A Psicoterapia de Adolescentes é indicada quando o adolescente está apresentando dificuldades em atravessar a fase da adolescência. Alguns problemas que podem ser indicação para o adolescente fazer uma terapia são: agressividade, dificuldades de relacionamento com outros adolescentes, uso de drogas, cometimento de atos infracionais, desinteresse pela escola.

A Psicoterapia de Casal é indicada quando o casal está enfrentando problemas em sua relação afetiva/emocional ou dificuldades de ordem sexual. Normalmente os membros do casal são atendidos juntos, sendo enfatizados na psicoterapia os aspectos relacionais e/ou sexuais.

A Psicoterapia de Família deve acontecer sempre que seus membros estiverem enfrentando dificuldades na forma como se relacionam. Estas dificuldades podem ser de natureza diversa, tais como: problemas com um filho adolescente que está usando drogas ou envolvido em atos infracionais, um dos filhos está apresentando problemas de comportamento na escola, a família está enfrentando dificuldades na forma de educar seus filhos (os pais apresentam comportamentos educativos muito violentos, como surras que deixam marcas no corpo da criança). Outra indicação para Psicoterapia de Família pode ser quando houve uma perda brusca e violenta de algum de seus membros, ou ainda a família está em fase de separação e divórcio. Também pode ser indicada a terapia de família quando algum dos seus membros sofre de transtornos mentais e a família precisa encontrar formas de lidar com esta pessoa. Finalmente, a família pode fazer uma terapia conjunta porque deseja melhorar sua forma de se relacionar, conhecer melhor as reações de cada um dos seus membros, ou simplesmente se integrar melhor.

 

5 – O QUE PODE SER ESPERADO COMO RESULTADO DA PSICOTERAPIA?

Os resultados vão depender muito da participação da pessoa, tanto no comparecimento às sessões quanto na disponibilidade em falar sobre os assuntos que o incomodam. É preciso também considerar que as pessoas são diferentes umas das outras e que uns precisarão de mais tempo que outros para se sentir melhor. Finalmente, a confiança do paciente no terapeuta é de fundamental importância para o sucesso da terapia.

COSAM – Secretaria de Saúde – Governo do Distrito Federal

Terapia de casal pode ajudar

Terapia de casal pode ajudar

Terapia de casal pode ajudar Descubram se vocês precisam de Terapia de casal | As 5 perguntas – Vocês precisam fazer …

como adotar uma criança

Como adotar uma criança?

Como adotar uma criança? As 6 perguntas mais importantes que você precisa fazer se quiser adotar uma criança ou adolescente. …

Raiva no relacionamento amoroso

Raiva no relacionamento amoroso: como usá-la de forma produtiva?

Raiva no relacionamento amoroso O ódio pode causar muitos males ao casal,  a raiva surge quando menos se espera e como …