Tratamento Psicológico para Ansiedade

A ansiedade é um fenômeno comum no humano e até mesmo necessário, pois constitui um sinal de alerta diante do perigo. Se não sentirmos angústia diante do fogo, corremos o risco de nos queimar; se não sentirmos um pouco de ansiedade antes dos exames, não conseguiremos nos mobilizar para nos prepararmos para eles.

É quando a ansiedade se torna muito exagerada se torna um obstáculo difícil na vida da pessoa.  Os muito ansiosos muitas vezes ficam inseguros, não se permitindo adquirir a sensação de segurança interna ou após eventos traumáticos. Tendem a se cobrarem muito em diversas questões:

  1. Ser suficiente para os outros
  2. Desejam serem reconhecidos
  3. Buscam o controle demasiado de tudo em sua volta
  4. Sentem medo que algo ruim possa acontecer
  5. Duvidam das próprias capacidades
  6. Exigem muita atenção
  7. Buscam ambientes acolhedores e costumeiros.
  8. Não lidam bem com a frustração
  9. Os pensamentos ruminam o tempo todo
  10. Sintomas físicos são muito comuns.

Em pessoas com transtornos de ansiedade , preocupações excessivas e sentimentos de insegurança aparecem regularmente. Muitas situações, às vezes triviais e banais, causam grande tensão nas pessoas com ansiedade, ou mesmo episódios agudos de ansiedade na forma de lampejos de angústia e também de sensação de perda de controle. A ansiedade pode estar ligada a um objeto ou situação específica (fobia), mas às vezes é indefinível e sem um objeto específico (TAG, Transtorno de ansiedade generalizada).

Quando é a hora de pedir ajuda?

A palavra “ansioso” é usada na linguagem comum para significar que estamos nervosos com alguma coisa, como um exame, uma entrevista de emprego ou mesmo uma apresentação pública. Mas a ansiedade não é apenas nervosismo causado por um evento externo com causas óbvias. A ansiedade refere-se a um sentimento de preocupação, tensão ou mesmo medo que não tem razão racional.

A ansiedade também pode produzir efeitos colaterais desagradáveis: comportamentos de evasão, inquietação, insônia, bem como manifestações neurovegetativas somáticas, como tensão muscular, dores nas articulações, enxaquecas, distúrbios digestivos ou respiratórios e muitos outros.

Se não for tratada, a ansiedade pode impedir a ação, causar bloqueios, dificultar a realização de projetos, o que causa dificuldades nas relações pessoais e problemas no trabalho. A ansiedade prolongada pode levar ao esgotamento da força mental e à depressão. Muitas vezes, é a causa do comportamento de dependência de produtos psicotrópicos (álcool, cannabis, sedativos, ansiolíticos, pílulas para dormir) que as pessoas ansiosas usam para aliviar a ansiedade . Essa condição também é responsável por muitos sintomas somáticos e contribui para o desenvolvimento de distúrbios funcionais, como insônia ou distúrbios digestivos funcionais e outras condições psicossomáticas .

A ansiedade é o principal componente de muitos transtornos mentais e doenças.

A ansiedade pode surgir por meio de transtorno do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo ( TOC ), fobias, transtorno de estresse pós-traumático ( PTSD ) ou transtorno de ansiedade generalizada ( GAD ). Neste último, a ansiedade é difusa e onipresente. Em seguida, resulta em preocupação excessiva, incontrolável e quase constante. É como se a pessoa ansiosa olhasse o mundo com lentes de aumento que tornam grandes os pequenos problemas.

Se você está sofrendo de um ou mais desses sintomas, a psicoterapia pode ajudá-lo a controlar e reduzir sua ansiedade.

Psicoterapia para pessoas com ansiedade

No tratamento da ansiedade a psicoterapia de suporte psicanalítico tem se mostrado bastante eficaz.

O culto à performance que reina em nossa sociedade provoca um profundo sentimento de culpa nas pessoas ansiosas. Fuga de situações não conseguem enfrentar, em vez de enfrentar com coragem, perdem o apetite ou dormem … tudo isso aumenta ainda mais o sentimento de desamparo e diminui a autoconfiança.

Começar a psicoterapia para entender os mecanismos que causam ansiedade e alcançar maior serenidade também é uma prova de coragem.

A psicoterapia oferece a oportunidade de explorar as causas básicas da ansiedade e os fatores atuais que a mantêm muito elevada.

Com a colaboração do psicoterapeuta, o paciente aprende a expressar as emoções aos poucos, sem transbordar. Com o apoio e a compreensão que do psicólogo, o paciente encontra seu próprio caminho para a mudança.

Com uma adaptação às suas necessidades, a psicóloga irá avaliar as condições do tratamento para facilitar o processo do trabalho. Importante observar sua motivação para o ingresso a terapia, para um comprometimento útil na evolução dos sintomas.

Em determinadas situações, o tratamento farmacológico do tipo ansiolítico pode ser prescrito pelo médico, por tempo limitado,   além da psicoterapia.

Qual é o risco se a ansiedade não for tratada?

Se a ansiedade não for tratada, o risco é o agravamento dos sintomas e o desenvolvimento de outros problemas de saúde. Pode causar alteração significativa na vida profissional e nas relações interpessoais.

Tratamento para Ansiedade 1

#psicologoemsp   #terapiaonline  #psicologiaonline #terapiaparaansiedade

Leia o texto sobre Psicoterapia

Leia o texto sobre Ajuda Emocional

Informações sobre Reembolso das Consultas Psicológicas